Curta Nosso Facebook e Fique 24 horas atualizado!!


Telexfree pede à Justiça para atuar e cadastrar divulgadores sem cobrança

A diretoria da Telexfree encaminhou uma petição à Justiça, na última semana, solicitando que a empresa volte a atuar, cadastrando novos associados sem cobrar a taxa de adesão durante um prazo de 90 dias. O diretor de marketing Carlos Costa afirmou, em um vídeo divulgado pela empresa, que a intenção é provar que a Telexfree pode se manter apenas com as vendas dos pacotes de chamadas telefônicas via internet (Voip). Segundo o advogado da empresa, Horst Fuchs, o documento foi encaminhado à Justiça acreana.
A empresa com sede no Espírito Santo é investigada pelo Ministério Público (MP-AC) por suspeita de manter um esquema de pirâmide financeira. A Telexfree, nome fantasia da empresa de marketing multinível Ympactus Comercial Ltda, está proibida desde o dia 18 de junho de realizar pagamentos. No vídeo, Carlos Costa afirma que a TelexFree não se mantém apenas com a adesão de novos divulgadores. “Essa proposta vai rebater a acusação que o Ministério Público acreano faz. Eles dizem que nosso negócio só se mantém com a entrada de novos divulgadores, com a adesão de novos divulgadores. Nessa nossa proposta ao Judiciário acreano, nós vamos pedir um prazo de 90 dias só trabalhando dessa forma que estou apresentando. Nesse período, aceitaremos cadastro de novos divulgadores gratuitamente. Repito: de graça. Se o Judiciário acreano aceitar, vamos trabalhar apenas com as vendas do nosso serviço e provaremos por A mais B, para quem quiser. Isso não é um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), porque não precisamos disso, o nosso negócio é lícito”, disse.
Costa diz ainda que a empresa não possui irregularidades. “Eu desafio quem quiser. Nosso negócio tem sustentabilidade, sim, e nós conseguimos provar todas elas individualmente, se precisar. Nosso negócio é plenamente sustentável. Não se deixem levar. Vamos provar para eles que nosso negócio é altamente sustentável”, afirmou
Ainda no vídeo, o diretor de marketing faz um cálculo simulado dos supostos ganhos reais dos divulgadores. Ele faz a conta considerando os níveis, as vendas e os valores dos planos. Segundo Costa, o divulgador que coordenasse uma rede poderia ter uma renda mensal superior a US$ 18,9 mil.

COMPARTILHAR:

+1

1 Comentario "Telexfree pede à Justiça para atuar e cadastrar divulgadores sem cobrança"

  1. Pessoal, fala sério estes comentários são sem noção, pessoas que não sabem nem se expressar!!! outros!!! não vou nem me referir!!!
    A verdade é que o judiciário sempre foi e será a pedra do sapato brasileiro sem persimismo más pura convicção!!! quanto a empresa!! ta faltando boa vontade da mesma, contrata os ADVOGADOS com letra maiuscula, sem querer ofender ninguem, más a vida é assim sempre tem os melhore, embora a Telex Free não ver desta forma, só lamento pelos investidores que mais uma vez pagou a conta da vaidade judiciária CEGA, SEM base de verdade e sem verdade que eles querem, LAMENTÀVEL!!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PLANTÃO YMPACTUS Nº 58 - CARLOS COSTA COMEMORA A DEVOLUÇÃO PARA DIVULGADORES

PLANTÃO YMPACTUS Nº 57 - CARLOS COSTA COMENTA DEVOLUÇÃO NOS EUA

spot.im